sábado, 27 de agosto de 2016

Batman - Ano Um: Ra's al Ghul

Scanmaniacs

Scanmaniacs
Depois da morte de Ra's Al Ghul, Batman recebe uma carta do falecido. O texto se revela uma ameaça-testamento do vilão - um último golpe que mostra as conseqüências de se fechar todos os Poços de Lázaro. Com uma equipe criativa calcada em nomes bastante conhecidos e uma roteirista irregular, a história surge como uma boa surpresa: é envolvente e emocionante, e a roteirista Devin Grayson faz uma homenagem a um dos melhores inimigos de Batman. A trama destaca os paradoxos de um personagem como Al Ghul, um terrorista internacional muito perigoso, porém, com motivos que podem ser mais nobres do que se espera de um bandido dos quadrinhos. Sua ânsia em eliminar a humanidade está calcada na ambição de salvar um planeta cujo meio ambiente é atacado há séculos pelos homens - e Al Ghul, como mostra a história, viu todo esse processo do começo ao fim. Mas, ao mesmo tempo, seus métodos devastadores fazem com que Batman o ataque, a despeito de suas intenções supostamente  nobres. Grayson retrata essas sutilezas com generosidade - e faz o leitor questionar quem, de fato, está certo. A arte também merece destaque, em especial, quando Gulacy sai do contexto urbano e desenha um Japão místico e delicado. Minissérie em 2 Edições reunidas em 1 Link.

Nenhum comentário:

Postar um comentário